Orientação psicológica online

Atualmente no Brasil o Conselho Federal de Psicologia determina que a psicoterapia online seja realizada somente em pesquisas acadêmicas. O que pode ser feito pelos psicólogos comercialmente é uma orientação psicológica limitada à 20 sessões por paciente.

Apesar dos inúmeros benefícios como a  redução do valor da sessão (já que o psicólogo não precisa arcar com despesas de aluguel), atendimento à pessoas que moram em regiões distantes ou com problemas de locomoção, muito se discute sobre a eficácia da psicoterapia online. Existem aqueles que se contrapõem pois afirmam que o contato humano é indispensável para um bom atendimento. Pensando nisso diversos cientistas pesquisaram se é possível realizar bons atendimentos à distância. Eles não só descobriram que sim, é possível realizar bons atendimentos, como também verificaram que os atendimentos online não diferiam em relação aos atendimentos presenciais quanto à diminuição de sintomas como também na aliança terapêutica entre o paciente e o terapeuta.

A aliança terapêutica é conceituada como a formação de um compromisso entre o terapeuta e o paciente, uma relação que deve ser positiva e estável para que o processo terapêutico transcorra com sucesso. LUBORSKY (1994) revisou o tema da aliança terapêutica com pesquisas entre 1976 a 1994 e verificou que a aliança terapêutica era a mais popular fonte de verificação para determinar se um tratamento seria bem sucedido ou não.

Por conta disso diversas pesquisas realizadas na área da psicoterapia online medem a aliança terapêutica para comparar com a psicoterapia presencial. Além disso é medido também a evolução dos pacientes quanto aos seus sintomas. Diversas pesquisas e revisões sistemáticas obtiveram os seguintes resultados:

1)        A aliança terapêutica na psicoterapia online é estabelecida  e mantida de modo muito semelhante ao encontrado em atendimentos presenciais, ou seja, não importou se as pessoas estavam cara a cara ou distantes uma da outra. RODRIGUES (2014).

2)        Ocorreu melhora do paciente com relação à sintomas como depressão e insônia e mesmo depois de 2 meses do fim da psicoterapia online os pacientes ainda mantiveram os benefícios da psicoterapia. LICHSTEIN, K. L. et al.(2013).

3)        A satisfação com a psicoterapia online  é comparável com o tratamento presencial. JENKINS-GUARNIERI, M. A. et al.(2015)

Há também a possibilidade dos pacientes intercalarem as sessões presenciais com as online quando for necessário, seja por conta de uma viagem ou por conta de uma mudança de endereço do psicólogo. Essa é mais uma ferramenta que deixa os psicólogos mais próximos dos pacientes e que democratiza o atendimento para pessoas de todas as partes do nosso país.

Referências

JENKINS-GUARNIERI, M. A. et al. Patient Perceptions of Telemental Health: Systematic Review of Direct Comparisons to In-Person Psychotherapeutic Treatments. Telemed J E Health, v. 21, n. 8, p. 652-60, Aug 2015. ISSN 1530-5627.

LICHSTEIN, K. L. et al. Telehealth cognitive behavior therapy for co-occurring insomnia and depression symptoms in older adults. J Clin Psychol, v. 69, n. 10, p. 1056-65, Oct 2013. ISSN 0021-9762.

LUBORSKY, L. Therapeutic Alliances as Predictors of Psychoterapy Outcomes: Factos Explaining the Predictive Success. In The Working Alliance: Theory, Research, and Practice, Capítulo 2; Edited by Adam O. Horvath and Lesle S. Greenberg. New York (EUA), Editora John Wile & Sons, 1994.

RODRIGUES, Carmelita Gomes. Aliança terapêutica na psicoterapia breve online. 2014. 96 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

Texto escrito pelo psicólogo Ricardo Daud Amadera

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *