O papel da família, escola e psicoterapia é ensinar habilidades para a vida

Os problemas comportamentais e emocionais na infância e adolescência podem se apresentar de duas maneiras: os que se expressam em relação às outras pessoas (externalizantes), frequentes nos transtornos que envolvem agressividade física ou verbal, comportamentos opositores e desafiadores e anti-sociais; e os que se expressam em relação ao próprio indivíduo (internalizantes), frequentes nos transtornos como depressão, ansiedade e fobia social. Ambos estão relacionados ao déficit em habilidades sociais. As Habilidades Sociais abrangem cinco classes de comportamentos: cooperação, assertividade, responsabilidade, empatia e autocontrole.
O papel da família, escola e psicoterapia é ensinar esses comportamentos as crianças e adolescentes. Ensinar significa arranjar/planejar as contingências favoráveis para o desenvolvimento dessas habilidades.

Por: Viviane Duarte docente do curso de especialização em Atendimento a Crianças e Adolescentes.

Para saber mais sobre o curso acesse nosso site: http://www.conscientia.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *