Mas como saber se o que eu tenho, sinto ou faço é um problema de saúde mental como o Transtorno Bipolar?

Uma das características é que as alterações do humor ocorrem por episódios, ou seja, por períodos, em que ora pode estar em mania ou hipomania, ora pode ir para o polo oposto, a depressão. O tempo em que cada pessoa permanece nestes episódios ou períodos é variável, indo de dias a meses, mas há um período mínimo para que se possa fazer o diagnóstico de transtorno bipolar, que poderá ser melhor investigado por um especialista.

Alguns dos sinais e sintomas da mania são: humor eufórico, exaltado e alegre; sentimento de grandiosidade, com grandes ideias e projetos, sentindo-se muito “poderoso”; diminuição da necessidade de sono, acordando muitas vezes no meio da noite ou até nem conseguindo dormir, mas com muita energia para fazer diversas atividades; aumento do desejo sexual com um consequente aumento da atividade sexual, seja com seu companheiro (a), ou mesmo em relacionamentos extraconjugais; nível de agitação motora aumentado, iniciando diversas atividades ao mesmo tempo, mas apresentando grande dificuldade em concluí-las; fala mais rápida, com pensamentos, muitas vezes, incoerentes e sem nexo, pois parece que a pessoa muda de um assunto para outro, sem concluir nenhum deles.

Para quem está em mania, em muitas ocasiões pode ser difícil a pessoa acreditar que possui algum problema, pois sente-se muito bem, feliz, com uma sensação de satisfação e bem-estar indescritíveis. Para ela, estar ativa, trabalhar, cantar, dançar e ser feliz, embora exageradamente para as outras pessoas, para ela a sensação não é de que há algo de errado. Por isto, torna-se importante a família ficar atenta e ajudar seu ente querido, pois uma das características dos episódios de mania é a ausência ou a diminuição da capacidade de crítica, de perceber seus comportamentos exagerados e de interrompê-los, o que pode causar prejuízos e magoar a si e a outras pessoas.

Alguns dos sinais e sintomas da depressão são: tristeza constante, persistente, sem necessariamente haver uma razão aparente; alteração no sono habitual, podendo em alguns casos dormir muitas horas a mais e, em outros, ter insônia ou dificuldade para iniciar o sono, ou acordar várias horas mais cedo, ou ainda acordar várias vezes durante a noite; alteração na forma de se alimentar habitual, comendo mais ou menos que o habitual e podendo levar a um aumento ou a uma diminuição do peso; diminuição do desejo sexual; sentimentos de culpa, fracasso e inutilidade, vê-se como um fracassado e que nada em sua vida dá certo; dificuldades de concentração, de memória e para tomar decisões; pensamentos de morte ou vontade de morrer, entre outros.

Por: Dra. Roseli Lage de Oliveira

Acesse nosso site: www.conscientia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *